quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Fernanda Young

“Eu não sou muito doida. Eu sofro o que se conhece como psicose branda. Não fico mandando e-mails para os outros com piadas ou rezas. Não sou o que se costuma chamar de maluca. Acontece que os psicóticos brandos – todos nós? – fazem incríveis merdas quando experimentam a incrível liberdade. Essa liberdade que é somente aquilo que estipulamos como tal. Cada um tem a liberdade que em si anseia.”

3 comentários:

  1. eu lembro qndo tu me disse q sofreu pra procurar uma foto mais 'delicada' da fernanda.
    sabe q eu acho q é isso q chama a atenção nela.
    ela nao é uma mulherzinha aspirando a perfeição rosa. acho ela corajosa e de opiniao.gostava mto de assistir aos normais, onde ela era roteirista com o marido dela. enfim, mesmo q digam q a fernanda é só uma figura pop emergente, vejo nela mais do que isso. um pouco mais. hehe e, realmente"Cada um tem a liberdade que em si anseia". Nós construímos os nossos próprios mundos. ;) bejobejo

    ResponderExcluir
  2. O fato de ela ser assim, como ela é, "apavora" e de fato, faz com que ela seja reprovada, para algumas pessoas. Pois enquanto existir o maldito, “esteticamente correto” será assim. Mas seu comentário fez cm que eu lembrasse, de uma conversa que tive com uma amiga, qndo, estavamos olhando uma revista, que tinha uma pag. dedicada a Maria Gadú, "a melhor cantora" pelo menos p/mim. e ela falou:
    Pode até cantar bem, mas é fora da casinha. hããã?
    Bom, não discuti, mas ainda é cobrado a aparência antes mesmo de ver e sentir a essência.
    Que triste neeeh?
    Obrigada por comentar!! ;)
    Bjbjbj

    ResponderExcluir
  3. Os NOrmais é uma obra, Jah vi o dvd "10mil vzs"...e é d+++!

    ResponderExcluir